Listão com aprovados do Vestibular Esamaz será divulgado na próxima terça, dia 1º

  • Publicado em 30/10/2016
  • Notícias Diversas
  • 855

Mais de 900 candidatos realizaram neste domingo, dia 30, a prova do Vestibular 2017/ 1 da Escola Superior da Amazônia (Esamaz). O concurso foi realizado no campus da Avenida Municipalidade, no bairro do Reduto, em Belém. A prova começou as 9h05 da manhã e seguiu até as 13h.

Dona Ivanilda Santos saiu as 6 da manhã de táxi de Abaetetuba acompanhando  filho Alan Santos, que tenta uma vaga para o Curso de Odontologia. “ Ele estudou bastante durante todo ano. Estou confiante que ele vá fazer uma boa prova”, disse ela.

O curso escolhido por Alan é justamente o mais concorrido do Vestibular da Esamaz. São 5 candidatos por vaga disputando Odontologia.

A prova foi composta pela Redação e 10 questões analítico- discursivas, sendo 7 de Língua Portuguesa e 3 de língua estrangeira. O candidato podia optar pela língua inglesa ou língua espanhola. A prova de Redação tem caráter classificatório e eliminatório.

O tema da redação deste ano foi “ Direito a liberdade de expressão e de pensamento e a segurança na internet”. Vitória Coelho, de 18 anos, foi uma das primeiras a deixar a sala de aula e achou que fez uma boa prova. “ O tema da redação é bem atual e como a gente treinou muita dissertação não foi complicado desenvolver o tema”, disse a estudante.

Os cursos oferecidos pela ESAMAZ são: Administração, Biomedicina, Enfermagem, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional e Fonoaudiologia.

Segundo o Diretor Geral da Esamaz, o professor Reinaldo Gonçalves Filho, o processo seletivo transcorreu dentro da normalidade. “ Apenas um candidato precisou de acompanhamento especial”, disse ele

O listão com os nomes dos aprovados será divulgado no próximo dia 1º de novembro, às 16h, no site da faculdade e também será afixado no quadro de avisos da unidade Municipalidade. As matrículas serão realizadas no período de 03 a 11 de novembro.

Marina Barros Coelho, 15 anos, está no primeiro ano do Ensino Médio. Ela quis fazer a prova por experiência e achou as questões subjetivas trabalhosas. “ Ano que vem vou fazer de novo e assim pretendo me aperfeiçoar até chegar no terceiro ano”, disse ela.

Texto: Christian Emanoel/ Assessor de Imprensa- Esamaz

 

Galeria de Imagens