Saúde na Amazônia é tema da IV Semana Acadêmica de Biomedicina da Esamaz

  • Publicado em 20/11/2019
  • Notícias Biomedicina
  • 272

A VI Semana Acadêmica de Biomedicina da Esamaz, com o tema "Saúde na Amazônia: contexto, avanços e desafios do profissional biomédico, reuniu profissionais da área e representantes de diversos segmentos populacionais da Amazônia. O evento começou nesta segunda-feira (18) e vai até quarta-feira (20), no polo Municipalidade. 

"O papel do Conselho Regional de Biomedicina como órgão fiscalizador da categoria biomédica", foi o tema de abertura do evento. A palestra foi feita pelo professor doutor Luiz Carlos Santana, Presidente do Conselho Regional - 4ª Região. Em seguida houve uma mesa redonda com professores e representantes de algumas populações da Amazônia, que discutiram sobre a "Saúde das Populações Tradicionais". 

O Cacique Edilson Tembé, que estava representando a etnia Tembé, foi um dos que participou da mesa redonda. Ele compartilhou um pouco sobre os remédios naturais que usam na aldeia para curar a asma. Segundo o cacique, participar do evento foi importante tanto para aprender novas coisas quanto para compartilhar com os alunos os conhecimentos da etnia Tembé. "Eu trouxe esse remédio como amostra, mas se tiver alguém para fazer uma pesquisa para saber o porquê ele cura, que a gente não sabe o porquê, seria muito importante", disse Edilson se referindo ao que ele chama de Canela de Urubú, uma planta usada para fazer chá e curar asma na aldeia.

Edilson explicou também que as pessoas que tomam o remédio não podem saber a sua origem, porque se souber o remédio não faz efeito, é o que diz a tradição.

O segundo dia de evento foi aberto pela palestra da professora doutora Ana Cecília Ribeiro, representante do Instituto Evandro Chagas, que falou sobre "Arboviroses na Amazônia". Ela falou sobre suas pesquisas voltadas aos estudos de vírus transmitidos por vetores de doenças. "Para mim, foi uma satisfação estar hoje aqui, prestigiando e vendo esses estudantes todos entusiasmados. Essa é nossa missão enquanto profissionais. A faculdade está fazendo bem o seu papel", disse a palestrante.

Em seguida foi a vez do professor doutor Bruno Tardelli Diniz palestrar sobre "Conquistas e Desafios no Desenvolvimento de uma Vacina contra o vírus Zika". Após ele o professor João Sérgio Oliveira palestrou sobre "Orientações para o preenchimento do Currículo Lattes e Plataforma Brasil", onde os alunos aprenderam sobre as plataformas. "É um momento importante e gratificante, visto que a formação biomédica é extremamente importante para a área da pesquisa e do ensino. A gente se sente honrado em contribuir com esse pequeno aspecto do conhecimento científico", disse o professor.

A programação do dia findou com a palestra da professora doutora Mioni Thieli Figueiredo, que falou do tema "Micoses emergentes da Amazônia". Segundo a coordenadora do curso de Biomedicina da Esamaz, Cláudia Miranda, o evento proporcionou que os alunos da faculdade conhecessem mais sobre os contextos da região onde eles vivem. "A comunidade Esamaz está inovando, porque nós pensamos em construir ciência a partir da percepção dessas populações. Nós não estamos discutindo o perfil desse biomédico dentro de um laboratório ou dentro de quadro muros de uma instituição, nós estamos ouvindo o que essas pessoas pensam, das suas necessidades e, a partir daí, fazer a construção de um pensamento científico. Essa é a importância do evento", afirmou.

Os alunos da faculdade parabenizaram o evento. Bárbara Ferro, presidente do Centro Acadêmico de Biomedicina e que cursa o 6º semestre do curso, disse que é importante que os alunos conheçam melhor o ambiente onde vivem e quais as dificuldades que os povos da região tem, em especial os indígenas e quilombolas. "É importante porque nos torna cidadãos melhores, nos faz ter uma atenção maior para onde nós nascemos e vivemos. Como estudantes, é essencial ter uma visão voltada para o nosso povo", concluiu a estudante.

O evento, que foi realizado com a organização do Centro Acadêmico de Biomedicina, continua hoje, com muitas outras programações.

Galeria de Imagens