Orquestra Juvenil de Violoncelistas da Amazônia se apresenta na Semana Acadêmica de Psicologia

  • Publicado em 18/05/2017
  • Notícias Psicologia
  • 360

Os alunos do curso de Psicologia da Esamaz viveram uma experiência diferente dentro da Semana Acadêmica nesta quinta-feira, dia 18. Eles assistiram a uma apresentação musical da Orquestra Juvenil de Violoncelistas da Amazônia, no auditório da Unidade Municipalidade.  O evento também reuniu alunos de outros cursos da Esamaz e acadêmicos de Psicologia de outras instituições.

Segundo o professor Marcelo Moreira, coordenador do Curso de Psicologia da Esamaz, a música faz parte dos novos recursos terapêuticos da área de Psicologia, através da Arte Terapia. A apresentação da orquestra está dentro do contexto da temática da SAPE 2017, que é a “Arte, Cultura e Subjetividade –Diversidades da Clínica. “ Já está comprovado cientificamente que a música, a dança, o teatro e a expressão corporal ajudam na superação de quadros de sofrimento e adoecimento”, disse ele.

Ainda segundo ele, a SAPE é interdisciplinar e contou com a participação de alunos de Fisioterapia, Nutrição, Farmácia, Biomedicina e Enfermagem. “ A ideia é dar uma visibilidade positiva do curso de Psicologia para esse outro público”, explicou Marcelo.

O regente da orquestra e professor de música da UFPa, Áureo de Freitas, ficou encantando com a empolgação dos alunos. “ A Esamaz está de parabéns por esse evento maravilhoso”, disse ele. O professor tem um trabalho com crianças que sofrem de autismo, síndrome de down, dislexia e tdh. “ Nós estudamos de que maneira a música ajuda no desenvolvimento delas e como as escolas podem receber esses alunos especiais”, disse ele.

A acadêmica Lorena Figueiredo, do 4º semestre de Psicologia da Esamaz, adorou assistir a orquestra. “Foi muito bacana essa interação entre a música e os alunos”, disse ela.

O acadêmico Silvio Silveira também achou a iniciativa da SAPE excelente. “ O grupo musical  é fantástico e brilhante. Além disso a música tem relação direta com a Psicologia e ajuda em muitos tratamentos de transtornos”, finalizou Silvio.

A SAPE segue até esta sexta-feira, dia 19, com vasta programação, que inclui palestras, mini cursos, troca de experiências, sessões de cinema e oficina de dança circular.

Christian Emanoel
Assessor de Imprensa da Esamaz

Galeria de Imagens