Conheça três hábitos que prejudicam sua leitura

  • Publicado em 18/10/2017
  • Notícias Dicas
  • 273

Você gostaria de ler mais rapidamente sem prejudicar a compreensão do texto?  Embora alguns materiais demandem uma leitura mais cuidadosa (e demorada), todos nós podemos aprender algumas técnicas que tornem esse processo mais ágil.

A velocidade da leitura depende do nosso “feixe de reconhecimento” ou “campo de visão”. “O ‘feixe de reconhecimento’ é a parcela da linha que cada leitor consegue captar com um golpe de vista; disso resulta que, quanto menos nos fixarmos ou detivermos em cada linha, maior será o campo de visão e maior a velocidade de nossa leitura”, explica o autor Barnabé Tierno no livro As melhores técnicas de estudo (Editora Martins Fontes).

O autor listou hábitos muito comuns que prejudicam a leitura – e deu recomendações para substitui-los. Veja a seguir:

1- Ficar voltando ao que já foi lido

Consiste em ficar voltando no texto para rever o que já foi lido. Isso torna a leitura mais lenta e prejudica a compreensão, pois, segundo Tierno, “o pensamento fica fragmentado, perde-se a ideia geral do que se está lendo e a concentração diminui”.

A solução? Treinar para manter uma leitura sempre para a frente, com um ritmo constante, mesmo que você não tenha entendido uma palavra específica ou tenha esquecido um nome citado anteriormente. Não se preocupe: essas dúvidas muitas vezes são resolvidas ao longo da leitura. Caso contrário, anote o ponto em um post-it e retorne só depois que tiver terminado de ler a quantidade de páginas pretendida.

2- Ficar repetindo, em voz alta ou mentalmente, cada palavra que lê 

Ler em voz alta ou acompanhar a leitura com movimentos labiais é uma péssima prática. “Detendo-se em cada palavra e vocalizando-a, nossa atenção desvia do fundamental, ou seja, de captar as ideias principais”, diz o autor.

O mesmo ocorre quando pronunciamos mentalmente as palavras, sem emitir nenhum som – hábito conhecido como subvocalização. A ideia de uma leitura eficaz é passar rapidamente os olhos pelas linhas, sem ficar parando a cada palavra. Ao lê-las em voz alta ou mentalizá-las, uma por uma, você faz justamente o oposto. Assim, obrigue-se a ler em silêncio e acostume-se a captar ideias, e não palavras.

Outra tática para vencer esse hábito é procurar repetir o conteúdo do que está lendo com suas próprias palavras, em linguagem coloquial. “É bom se fazer diversas perguntas sobre o texto lido e adotar uma postura ativa, crítica e valorativa do conteúdo”, diz o livro.

3- Ficar se mexendo muito enquanto lê

Ler em uma posição desconfortável ou ficar fazendo movimentos com a cabeça, o pescoço ou os braços – o que inclui acompanhar a leitura com o dedo ou um lápis – são características do mau leitor.

“Quando lemos, só nossos olhos devem se mover, e o resto do corpo deve permanecer perfeitamente relaxado. Os olhos bem treinados abrangem por completo o campo visual do texto, sem necessidade de mover a cabeça e as mãos, porque esses movimentos desnecessários facilitam a distração”, diz ele.

Fonte: Guia do Estudante