Acadêmicos de Biomedicina apresentam trabalhos sobre doenças que afetam mulheres grávidas

  • Publicado em 22/05/2017
  • Notícias Biomedicina
  • 1377

Os alunos do curso Biomedicina da Esamaz começaram a apresentação de trabalhos sobre doenças que afetam as mulheres durante a gravidez nesta segunda-feira, dia 22, nas salas 03 e 04 no Campus Municipalidade. A atividade será realizada até amanhã, das 8h às 11h.

Os trabalhos visam a integração entre as disciplinas estudadas e o conhecimento sobre os sintomas, diagnósticos e tratamento das mesmas.

O evento tem como principal objetivo levar o aluno a integralizar as disciplinas dos semestres, promovendo a compreensão de interdisciplinaridade, bem como aplicar os conhecimentos teóricos da graduação na vivência da profissão.

“ A ideia é que os alunos aprendam a interpretar o diagnóstico dessas doenças. O biomédico ajuda o médico a identificar as doenças nas grávidas e também trabalha na área da pesquisa, com medicamentos que possam curar ou evitar essas doenças”, explicou a professora Paloma Santos, Coordenadora do Curso de Biomedicina.

As apresentações estão acontecendo em  formato de banners. A acadêmica Carmem Marcelle, do 2º semestre, fez parte da equipe que fez um trabalho sobre o Zika Vírus. Segundo ela, o vírus existe desde 1947, mas em 2015 ele se tornou uma preocupação mundial, devido aos casos de microcefalia nos bebês. “ É preciso que todas grávidas tomem bastante cuidado porque o Zika é passado para placenta até os três meses de gestação. Além da microcefalia, ele pode causar outras doenças no bebê, como surdez e rigidez nas articulações”, disse a acadêmica.

A diabete gestacional também foi tema de outro trabalho da equipe do acadêmico Kevin Oliveira. “ Caso seja comprovada essa doença, as pacientes devem evitar doces, carboidratos, fazer exercícios físicos e uma dieta”, disse ele.

Texto e fotos: Christian Emanoel/ Assessor de Imprensa-Esamaz

Galeria de Imagens